A 8ª edição da Feira Brasileira de Varejo (FBV), que acontece de forma online e gratuita durante todas as segundas-feiras de agosto, recebeu no seu segundo painel, na segunda-feira (09), à noite, o especialista em Varejo e Inovação e fundador da W Learning, Wesley Ribeiro, e o fundador da Honey Dreams e CEO da Gramado Summit, Marcus Rossi. Mediada pelo gerente de Educação Profissional do Senac-RS, Ariel Berti, o painel Retail Revolution by Fecomércio abordou os aprendizados e lições do varejo durante a pandemia, além de debater o futuro e as inovações que devem surgir.

No bate-papo, os gestores compartilharam conhecimentos sobre as tendências dos comércios físicos e digitais, que devem se tornar ainda mais indispensáveis um ao outro. De acordo com Marcus Rossi, empreendedor que criou uma nova maneira de fazer eventos mais rentáveis, a vida empresarial é uma constante evolução e, neste período, foi necessário se adaptar e se reinventar rapidamente. “Nós viemos de uma era da Revolução Industrial, que precisou de quase 40 anos para ser entendida. Hoje, estamos em um momento em que a revolução digital muda constantemente. Foi na pandemia que entendemos como era possível evoluir dez anos em um ano. Em função disso, fomos lembrados de como é importante o ser humano no centro do mundo, embora isso não exclua a necessidade de digitalização. Assim, vamos ver cada vez mais um cenário de inteligência tomando conta do físico”, relatou.

Segundo painel do evento contou com a participação online de Ariel Berti, Marcus Rossi e Wesley Ribeiro.

Os especialistas também abordaram a necessidade dos comerciantes de modificar as estratégias de vendas, devido ao fechamento de lojas físicas em 2020. Para Wesley Ribeiro, profissional com 25 anos de carreira, sendo 18 deles dedicados às Lojas Renner, os pequenos varejistas precisaram utilizar novas plataformas e métodos. “Quem estava preparado se fortaleceu e quem não estava conseguiu andar rapidamente. O mercado brasileiro se adapta de maneira muito veloz e isso é algo positivo. Então, as empresas deram um jeito, criaram canais via WhatsApp, algumas entraram no próprio marketplace, outras encontraram diferentes meios através das redes sociais. Agora, isso precisa ser discutido, profissionalizado e processado para que essa forma de vender realmente faça parte da estrutura dos negócios. Assim, o futuro vai ser híbrido, conectado e em rede”, afirmou o especialista em Varejo e Inovação e fundador da W Learning.

Outro ponto de destaque foi a discussão sobre o uso de informações que buscam entender e conquistar cada vez mais clientes, a partir de análises sobre os seus perfis e desejos de consumo, por exemplo. Segundo Ribeiro, a cultura dos dados deve fazer parte das empresas, tanto físicas, por meio de cadastros impressos, quanto eletrônicos, em apps e sites. “Quando a gente fala de digital precisa pensar no que o e-commerce ensina. A captação dos dados no online é muito assertiva e o varejo físico precisa trazer isso de volta, obviamente respeitando a Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD) e consultando se os clientes estão de acordo. Temos que cuidar com o preconceito de que os consumidores não desejam fazer parte do cadastro, especialmente, com um brinde ou desconto, pois eles gostam e vão trocar informações. Vivemos fazendo isso”, declarou.

Por fim, Rossi destacou que existe uma cultura forte nas startups, que é pouco utilizada no mercado em geral. “Tratamos o erro como algo muito negativo. A startup mostra que isso faz parte do processo de aprendizado. Quanto mais a gente erra, mais rápido a gente tem a capacidade de entender e tornar em um ensinamento. Assim, mais chances de sucesso vamos ter. A melhor resposta para uma pergunta de um pequeno varejista que está com muita insegurança e não tem muito recurso, é testar e ir aprendendo no meio do caminho”, finaliza Rossi.

As palestras da 8ª edição da Feira Brasileira do Varejo (FBV) acontecem às 19h30, nas segundas-feiras do mês de agosto (16, 23 e 30) e, pela primeira vez, a FBV é realizada no formato online, com foco principal na capacitação de profissionais do setor. O evento reúne grandes nomes do varejo que compartilham conhecimento e experiências para o desenvolvimento dos negócios e das pessoas. As inscrições para acompanhar os painéis são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.feirabrasileiradovarejo.com.br.

Texto: Enfato Multicomunicação