POR DENTRO DA FBV

“Não é uma questão de querer ou não, o Brasil precisa de reformas”, fala Victoria Werneck

A economista-chefe da Icatu Seguros falou sobre o cenário econômico brasileiro e os desafios que o país deve enfrentar

A economista-chefe da Icatu Seguros, Victoria Werneck, palestrou durante o terceiro dia da 7ª edição da Feira Brasileira de Varejo – FBV, em Porto Alegre. Ela falou sobre as dificuldades enfrentadas pelo Brasil durante a última década em palestra de tema “Economia Brasileira: enormes desafios pela frente”, tema ao qual atrelou, principalmente, a ausência de reformas fundamentais para o crescimento do país.

“Perdemos muito tempo sem fazer as reformas que eram fundamentais para limpar o horizonte do país”, afirmou. Para Victoria, durante este período, pós-crise internacional de 2008, muitos países cresceram fortemente, enquanto o Brasil ficou para trás. “O PIB chegou a cair dois anos seguidos, nossa renda é muito mais baixa do que já foi. Precisamos correr atrás do tempo perdido”, comentou.

Para a economista, o ponto a ser explorado pelo governo é, principalmente, a reforma da previdência, que limita o poder de investimento em outras áreas. “A solução não está em aumento de impostos, isso está claro. Não é uma questão de querer ou não, o Brasil precisa de reformas. Em 2017, por exemplo, o déficit da união com a previdência foi em torno de R$ 268,79 bilhões. Em contrapartida, o total de gastos em investimento neste período foi de apenas R$ 47,5 bilhões”, explicou Werneck.

Apesar da expectativa criada com a troca de governo, a demora em aprovar medidas estruturais urgentes tem deixado a economia brasileira estagnada, mesmo com a inflação controlada. “Hoje foi divulgado o PIB do primeiro trimestre. Ele foi menor do que o mesmo em 2018, caiu 0,2%. O consumo das famílias e o investimento tem diminuído e, não por acaso, os postos de trabalho também”, justificou. Segundo Victoria, o congresso tem o direito e o dever de discutir as pautas, entretanto, resultados como esse “devem acender uma luz amarela para que se acelere a movimentação entre os partidos e se aprove as medidas”.

Victoria Werneck ainda falou sobre a situação envolvendo China e Estados Unidos, que exigem ainda mais do Brasil atitudes necessárias para o seu crescimento. Para ela, “o mundo deve crescer menos em função da guerra comercial entre americanos e chineses, portanto, o cenário não será tão amigável como nos últimos anos”. Segundo a palestrante, a reforma da previdência torna-se ainda mais relevante diante desse contexto, já que “devolveria a confiança aos investidores, ao consumidor e criaria novos postos de trabalho”.

VEJA TAMBÉM

“O sorriso é uma tecnologia simples”, diz Sheila Makeda

POR DENTRO DA FBV Empreendedora foi a última palestrante do evento, que é focado nas áreas de moda, tecnologia, serviços, franquias, marketing e gestão.A última apresentação da 7ª edição da Feira Brasileira de Varejo (FBV), que ocorreu nos dias 28, 29 e 30...

ASSINE A NEWSLETTER

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso. Espere as novidades sobre a 7ª Edição da Feira Brasileira do Varejo.
Captcha obrigatório